Aldair Rodrigues, autor do livro que inspirou a Viradouro, é entrevistado no Conexão ADunicamp - CartaCampinas

Aldair Rodrigues, autor do livro que inspirou a Viradouro, é entrevistado no Conexão ADunicamp  CartaCampinas

Aldair Rodrigues, autor do livro que inspirou a Viradouro, é entrevistado no Conexão ADunicamp - CartaCampinas
AMAZON MUSIC FREE
O carnaval representa uma das manifestações culturais mais significativas no Brasil. Em 2024, no desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro/RJ, destacaram-se os sambas-enredo com inspiração em livros. Entre as seis primeiras colocadas, quatro utilizaram histórias de ficção e não ficção para suas composições e desfiles.

Mergulhamos na fascinante história do livro “Sacerdotisas Voduns e Rainhas do Rosário”, publicado pela Editora Chão e escrito pelo professor Aldair Rodrigues, do Departamento de História (IFCH/Unicamp), e Moacir Maia (Universidade Federal de Minas Gerais/UFMG).

O livro, que inspirou o samba-enredo “Arroboboi, Dangbé”, da Unidos do Viradouro, vencedora do Desfile das Escolas de Samba do Carnaval do Rio de Janeiro/RJ de 2024, investiga a vida de mulheres africanas, do século 18, que alcançaram sucesso econômico, assumiram liderança em suas comunidades em Minas Gerais e foram alvo da perseguição promovida pelo Estado português.