Caso de garoto encontrado morto em freezer de escola em Piracicaba ganha releitura em livro de ficção - G1

Caso de garoto encontrado morto em freezer de escola em Piracicaba ganha releitura em livro de ficção - G1
AMAZON MUSIC FREE
"Quem matou João Paulo." Com o título em forma de afirmação, e não como uma pergunta, a novela policial escrita por Ademir Barbosa Júnior faz uma releitura ficcional do caso que chocou Piracicaba (SP) no final dos anos 80. Diferente da realidade, porém, o livro dá um desfecho para o crime do garoto no freezer.

A história que ficou marcada no imaginário dos Piracicabanos mais antigos é a do garoto de 9 anos que foi encontrado morto dentro do freezer de uma escola tradicional católica. Mais de dez anos depois, um julgamento inocentou o acusado e o crime permanece até os dias atuais sem um desfecho, arquivado na Justiça.

Ninguém sabe o que ocorreu de fato e o que causou a morte do garoto. Ademir Barbosa Júnior, conhecido como Dermes, não retrata a história real do caso. O livro é uma obra de ficção, baseada na realidade, mas com um fim muito diferente e com elementos e personagens que não existiram de fato.