Intérprete do Salgueiro faz homenagem a Quinho: 'Pimba, pimba. Ai, que lindo, que lindo' - G1

Intérprete do Salgueiro faz homenagem a Quinho: 'Pimba, pimba. Ai, que lindo, que lindo' - G1
Pouco mais de um mês após a morte de Quinho, Emerson Dias, atual Intérprete da escola, começou o esquenta do Salgueiro com o tradicional grito de guerra do seu ex-parceiro e antecessor: *Pimba, pimba. Ai que lindo, que lindo”.

Quinho foi uma das maiores vozes do carnaval do Rio de Janeiro e deu vida a grandes sambas-enredo do Salgueiro. Ele estava internado no Hospital Evandro Freire, na Ilha do Governador. A causa da morte foi insuficiência respiratória.

Em 1993, Quinho comandou o coro de 60 mil vozes da plateia da Sapucaí com o samba-enredo “Peguei um ita no Norte”, do Salgueiro, conhecido pelo verso "Explode coração, na maior felicidade".