Morre o escritor checo Milan Kundera aos 94 anos - Estadão

Morre o escritor checo Milan Kundera aos 94 anos  Estadão

Morre o escritor checo Milan Kundera aos 94 anos - Estadão
Morreu aos 94 anos o escritor checo Milan Kundera, autor de “A Insustentável Leveza do Ser”, anunciou Anna Mrazova, porta-voz da Biblioteca Milan Kundera, em Brun, cidade natal dele, e a emissora pública Radio Prague. “Infelizmente, posso confirmar que o Sr. Milan Kundera faleceu ontem (terça-feira) após uma longa doença”, disse Mrazova à AFP.

Nascido em 1º de abril de 1929 em Brun, no sudeste da República Checa, viveu exilado na França com a mulher Věra Hrabánková desde meados da década de 1970. Em 1979, o então regime comunista retirou sua cidadania checoslovaca, mas dois anos depois o então presidente francês, François Mitterrand, concedeu-lhe a nacionalidade francesa. O primeiro sucesso de Kundera foi “Risíveis Amores”, em 1969.

O renomado romance de Kundera “A Insustentável Leveza do Ser” começa de forma angustiante com tanques soviéticos passando por Praga, a capital checa que foi o lar do autor até ele se mudar para a França em 1975.