Tragédia da Chapecoense | Tragédia da Chapecoense ... - Globo

Tragédia da Chapecoense | Tragédia da Chapecoense ... - Globo
O time de futebol da Chapecoense&utm_medium=affiliates&utm_source=an_18321270146" target="_blank">Chapecoense, da cidade de Chapecó, Santa Catarina, estava prestes a viver o momento mais glorioso de sua história. Em novembro de 2016, os jogadores disputariam sua primeira final em um torneio internacional. Decidiriam a Copa Sul Americana contra o Atlético Nacional, de Medellin, Colômbia.

A viagem da equipe, dirigentes, comissão técnica e jornalistas começou na tarde do dia 28 de novembro no aeroporto de Guarulhos, São Paulo. O voo da companhia aérea Boa até a cidade de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, durou cerca de três horas. O trajeto final foi num voo fretado da companhia Lamia, também boliviana. A chegada ao aeroporto José Maria Córdova, em Medellin estava prevista para cerca de 22 horas, horário local. A poucos minutos da aterrisagem, o avião se chocou com o monte conhecido como Cerro El Gordo, de 2.600 metros de altitude. As investigações sobre as causas do acidente concluíram que a aeronave não sofreu nenhum problema técnico, e que a queda se deu por uma pane seca causada pela falta de combustível.

Setenta e uma pessoas morreram na Tragédia&utm_medium=affiliates&utm_source=an_18321270146" target="_blank">Tragédia: 19 jogadores e 20 jornalistas. Entre os seis sobreviventes, três jogadores, um jornalista e dois tripulantes. Uma equipe da Globo integrava o voo: o repórter Guilherme Marques, o produtor Guilherme Van Der Laars e o repórter cinematográfico Ari Júnior, todos morreram no acidente.